sexta-feira, 11 de agosto de 2017

OE DE LOURO

Nome Botânico: Laurus nobilis.
Nome em inglês: Bay Laurel.
Tipo de Planta: Árvore de médio porte com folhas aromáticas.
Óleo Extraído: Folhas.
Aroma:Quente, medicinal e condimentado.
Origem: Europa mediterrânea e América Central.
Principais Constituintes:Mirceno, Eugenol, Carvicol.
Propriedades: Anti-séptico, antibiótico, analgésico, antinevrálgico, antiinfeccioso, estimulante geral, calmante, respiratório e antiinflamatório.
Principal Utilização:
Sistema Digestivo: Trata cólicas estomacais e intestinais, gases, vômitos, diarréia e dores de estomago.

Sistema Muscular e Locomotor:Bom contra reumatismo, artrite, nevralgia, dor muscular e nas articulações, distenção, torção e gota.
Outras Utilizações:
Sistema Circulatório:
Estimula a circulação local, aquele membros frios.
Sistema Respiratório:Bom contra problemas pulmonares e respiratórios, tosse, gripes e resfriados.
Contra retenção de líquidos:Possui efeito diurético. Repelente para insetos.
Psicologicamente: Efeito calmante e sedativo, trata insônia, stress, ansiedade e inquietação.
Combinações: Noz-moscada, Cítricos, Gengibre, Anis, Cravo, Canela, Sálvia, Lavanda e Olíbano..
Curiosidades:Os Gregos antigos acreditavam que o louro era protegido dos deuses. Na sua mitologia. A virgem Dafné era transformada em loureiro para escapar a Apolo. Também muito apreciado pelos Romanos, César usava uma coroa de louros após as a vitória nas batalhas. Na idade média, por exemplo, os sábios e os bons alunos eram coroados com as suas folhas – daí a origem do título acadêmico de “bacharelado”, que vem de baccalaureus (bacco significa fruto e laureus louro). Hoje, no entanto, as folhas de louro se destacam na culinária, pois além de deixarem vários pratos mais saborosos, elas ajudam a combater diversos males – como a má digestão.
Cuidados: Usar diluído, evitar na gravidez e em crianças.




OE CANELA DE CEILÃO


Nome Popular: Canela do Ceilão
Nome Botânico: Cinnamomum zeylanicum
Origem: A canela é uma árvore originária do Ceilão, da Birmânia e da Índia e conhecida há mais de 2500 anos a.C. pelos chineses. Seu nome científico, "cinnamomum", segundo referências, é derivado da palavra indonésia "kayu manis", que significa "madeira doce". Mais tarde, recebeu o nome hebreu "quinnamon", que evoluiu para o grego "kinnamon".
A canela era a especiaria mais procurada na Europa e seu comércio era muito lucrativo. O monopólio do comércio da canela esteve nas mãos dos portugueses no século XVI, passou
para os holandeses, com a Companhia das Índias Orientais, quando esses expulsaram em 1656 os portugueses do Ceilão, e depois, passou para as mãos dos ingleses, a partir de 1796, quando esses ocuparam essa ilha.
Extração: Folhas e ramos . Destilação
Odor: Apimentado, adocicado e suave.
Sinergias: Cravo da Índia, ylang ylang, tangerina, Laranja, limão, grapefruit, rosa, manjericão, bergamota, cravo, cardamomo e gerânio.
Intensidade: Média   Nota : Média
Propriedades: Estimulante, anti-séptico, antibiótico, antivírus, antiputrescente, analgésico, antiespasmódico, emenagogo, antiinflamatório, afrodisíaco .
Indicações: Infecções, tosse, resfriado, gripe, reumatismo, artrite, debilidade geral, dores, cansaço mental, frio no corpo, hipotensão, reumatismo, tosse, problemas circulatórios.
Importância: Revitalizante, aquecedor e oriental
Uso: No banho para melhorar a circulação, combater o reumatismo e inflamações. Na massagem para aquecer, combater o reumatismo e a hipotensão. No aromatizador para aquecer o ambiente. Nas compressas para dores e tensões.
Cuidados: Não usar em mulheres grávidas.


Os óleos essencias não devem nunca ser aplicados puros na pele. Apenas em algumas exceções como é o caso da Lavanda e Tea Tree  (ou Maleleuca).
Nos tratamentos de aplicação na pele, sempre devem ser dilúidos em óleos vegetais extraídos a frio. São os chamados "Óleos Carreadores".

Abaixo os mais usados:
- Óleo de Abacate: O Óleo Vegetal de Abacate é ideal para massagens e drenagens, tratamento de face e cabelo. Rico em vitamina A, B1, B2 e C, lípidos, aminoácidos e substâncias nutrientes essenciais para peles normais e oleosas.
- Óleo de Amêndoas:
O Óleo Vegetal de Amêndoas Doces é anti-estrias, hidratante corporal. Excelente para os cuidados com peles delicadas e sensíveis como a de crianças, idosos e grávidas. É rico em vitaminas A, B1, B2 e B6, ácidos graxos e proteínas. Age como suavizante, nutritivo e emoliente para todos os tipos de pele.
- Óleo de Andiroba: Originário do norte do Brasil. O óleo de Andiroba é excelente auxiliar no processo de regeneração da pele. Ajuda a prevenir celulite, artrite, reumatismo, contusões e problemas musculares.
Bom para picadas de insetos, feridas, espinhas. Amacia e hidrata a pele, além de ser anti-séptico e aliviar dores. É utilizado como repelente e para combater piolhos.

- Óleo de Avelã:
Levemente adstringente, possui boa penetração cutânea, sendo excelente para massagens faciais ou corporais. Bom para aliviar olheiras e bolsas abaixo dos olhos. Deixa a pele com um toque sedoso e hidratada. Uso facial e corporal. Indicado para peles secas, sensíveis ou danificadas.

- Óleo de Buriti: Atua principalmente como antioxidante. É excelente para fortalecer a pele, devolvendo-lhe vitalidade, brilho e maciez. Ajuda a proteger as células e possui efeito cicatrizante. É também um vermífugo poderoso. Filtra e absorve raios ultravioleta atuando como protetor solar.
- Óleo de Castanha do Pará: Originário da região amazônica, ajuda a prevenir o envelhecimento precoce da pele, tornando-a mais macia e suave. Excelente para evitar o aparecimento de estrias. Atua na renovação celular. É emoliente e lubrificante, proporciona hidratação profunda e impede a evaporação de água da pele.
- Óleo de Cenoura: Rico em vitaminas A, complexo B, minerais e Beta Caroteno, possuiu propriedades emoliente e calmante tópica, sua absorção é rápida e completa sem deixar a pele com sensação de gordura.
Protege da exposição dos raios solares intensos, auxilia no bronzeamento seguro e uniforme. Acrescente somente 10% em outros carreadores, caso contrário sua cor alaranjada poderá permanecer temporariamente na pele.
- Óleo de Coco Babaçu: Nutre a pele. Um dos melhores óleos para massagem, fino e de rápida absorção. Fortalece o sistema imunológico devido a alta concentração de ácido láurico.É um anti-inflamatório natural. É rapidamente absorvido pela pele, sendo ótimo para ser usado como carreador para óleos essenciais.
- Óleo de Andiroba: Originário do norte do Brasil. O óleo de Andiroba é excelente auxiliar no processo de regeneração da pele. Ajuda a prevenir celulite, artrite, reumatismo, contusões e problemas musculares.
Bom para picadas de insetos, feridas, espinhas. Amacia e hidrata a pele, além de ser anti-séptico e aliviar dores. É utilizado como repelente e para combater piolhos.

- Óleo de Avelã:
Levemente adstringente, possui boa penetração cutânea, sendo excelente para massagens faciais ou corporais. Bom para aliviar olheiras e bolsas abaixo dos olhos. Deixa a pele com um toque sedoso e hidratada. Uso facial e corporal. Indicado para peles secas, sensíveis ou danificadas.

- Óleo de Buriti: Atua principalmente como antioxidante. É excelente para fortalecer a pele, devolvendo-lhe vitalidade, brilho e maciez. Ajuda a proteger as células e possui efeito cicatrizante. É também um vermífugo poderoso. Filtra e absorve raios ultravioleta atuando como protetor solar.
- Óleo de Castanha do Pará: Originário da região amazônica, ajuda a prevenir o envelhecimento precoce da pele, tornando-a mais macia e suave. Excelente para evitar o aparecimento de estrias. Atua na renovação celular. É emoliente e lubrificante, proporciona hidratação profunda e impede a evaporação de água da pele.
- Óleo de Cenoura: Rico em vitaminas A, complexo B, minerais e Beta Caroteno, possuiu propriedades emoliente e calmante tópica, sua absorção é rápida e completa sem deixar a pele com sensação de gordura.
Protege da exposição dos raios solares intensos, auxilia no bronzeamento seguro e uniforme. Acrescente somente 10% em outros carreadores, caso contrário sua cor alaranjada poderá permanecer temporariamente na pele.
- Óleo de Coco Babaçu: Nutre a pele. Um dos melhores óleos para massagem, fino e de rápida absorção. Fortalece o sistema imunológico devido a alta concentração de ácido láurico.É um anti-inflamatório natural. É rapidamente absorvido pela pele, sendo ótimo para ser usado como carreador para óleos essenciais.
- Óleo de Copaíba: Originário da região amazônica, é antiinflamatório e analgésico. É amplamente utilizado pela cultura indígena, como antiinflamatório e analgésico. Trata-se de um bálsamo resinoso de consistência de óleo vegetal, possui integrado na sua composição óleos essenciais. Bom para problemas de pele, dores articulares e musculares.
- Óleo de Gergelim: Leve, absorve cerca de 40% da radiação solar. Contém 32% de proteína natural, vitaminas, minerais e lecitina. Popularmente é muito usado para ajudar em artrites, excelente para todos os tipos de pele, especialmente com problemas de eczema, psoríases e envelhecimento prematuro da pele. Nos cabelos devolve a vida e o brilho perdido aos fios secos e quebradiços. Muito usado na Medicina Indiana (Ayurivédica).
- Óleo de Germe de Trigo: É um regenerador cutâneo. Rico em vitamina E, ácido linolêico e fosfolipídeos evita a perda da vitamina A no organismo, retarda o envelhecimento da pele, devolvendo-lhe e vitalidade. Também fortalece os vasos sanguíneos evitando a ocorrência de varizes. Possui aroma forte e consistência pegajosa, devendo ser diluído em outro óleo vegetal mais neutro. É um conservante natural para outros óleos, evitando sua rancificação.
 - Óleo de Girassol: É um excelente óleo deslizante, para massagens. Pode ser utilizado na produção de pomadas e cremes para contusões e esfoladuras. Tem ação emoliente e hidratante. É leve, fino e praticamente sem aroma.
- Óleo de Jojoba:
Age sobre o Couro Cabeludo, Acne e Rugas. Trata-se de uma jóia liquida de alta compatibilidade com a pele humana,desobstrui os poros e as glândulas sebáceas, regula a oleosidade natural da pele. Muito rico em vitamina E, sendo excelente para o tratamento e controle de peles acneicas e oleosas.

- Óleo de Linhaça: Possui alto índice de gorduras insaturadas (poliinsaturadas e monoinsaturadas) que são os ácidos graxos essenciais, ômega 3, 6 e 9, sendo uma das mais ricas fontes destes ácidos graxos. O Óleo de Linhaça é antiinflamatório, útil em artrites, artroses, dores musculares, ciática, dermatites, psoríases, TPM, menopausa e colesterol.
- Óleo de Macadâmia: Único óleo vegetal rico em ácido palmitoleico (ômega 7), responsável pelo metabolismo dos lipídios, além de ômega 9 e 6 e vitamina E. É rico em ácidos graxos, antioxidantes que retardam o envelhecimento.
- Óleo de Maracujá: É retirado por prensagem a frio das sementes obtidas em empresas que produzem o suco da fruta. O óleo de semente de maracujá possui textura e características parecidas com as do óleo de semente de uva. Ele possui um alto teor de ácido linolênico (família do ômega 3), além de vitamina E, B e A.
- Óleo de Oliva: É obtido do fruto maduro da Oliva europeia por prensagem a frio. Utilizado em sabonetes, loções, óleo de banho e cremes regenerativos devido a alta concentração de ácido oléico. É um excelente emoliente e contém grande quantidade de Squalene vegetal muito usado na indústria cosmética.
- Óleo de Semente de Uva: O Óleo Vegetal de Sementes de Uva é usado como hidratante e em massagem corporal. Este óleo é extraído da semente do fruto, tem elevado teor de alfa-tocoferol, ácido linolêico e ácido palmítico, que são responsáveis pela regeneração e manutenção do tecido cutâneo. É de grande utilidade na prevenção de estrias. É um óleo leve, fino e de aroma muito neutro, sendo indicado inclusive para peles oleosas.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

OUTRO ÓLEO ESSENCIAL PARA SE CONHECER : TEA TREE


Outros nomes: Árvore Chá, Árvore do chá, Melaleuca, Mirto de mel
...
Nome Botânico: Melaleuca Alternifolia

Tipo de planta: pequena árvore, tipo arbusto, com folhas em agulha e flores brancas.

Óleo extraído de: folhas e rebentos

Aroma: intenso, herbal, fresco e medicinal
Cheiro de madeira úmida, de terra molhada

Origem: Australia

Propriedades: Antibiótico, Antiséptico, Antiviral, Bactericida, Cicatrizante, Fungicida, Imunoestimulante, Inseticida, Balsâmico, Revigorante, Expectorante, Estimulante, Antipruriginoso,
Antimicrobiano e Sudorífero.


UTILIZAÇÕES:
TRATAMENTOS CUTÂNENOS : pé de atleta, micose, acne, verruga, impigem, herpes, freira, micose de unha, furúnculo, psoríase, ulceração, queimaduras, corte, ferimentos, eczema, infecção, caspa, seborreia, pele oleosa e piolho.


SISTEMA REPRODUTOR E GENITURINÁRIO: Candidíase, tricomoniase vaginal, leucorréia, líquen, infecções, inflamações, pruridos, coceira vaginal, cistite, enterite.

SISTEMA RESPIRATÓRIO: resfriado, gripe, tosse, bronquite, sinusite, garganta inflamada, catarro.

SISTEMA IMUNOLÓGICO: Ótimo para combater doenças infeccionas. Ativa os leucócitos para formar juma defesa contra organismos invasores e ajuda a reduzir a duração das doenças.
Promove a ativação dos glóbulos brancos no processo de defesa do corpo. Sendo assim torna uma alternativa formidável para pacientes com baixa resistência e/ou doenças que fragilizam sua imunologia e permitem o aparecimento de doenças importunas, inclusive com pacientes com AIDS.


DOENÇAS BUCAIS: cáries, estomatites, aftas, sapinhos, ferimentos.

DESINFETANTE DE AMBEITE: Eficaz na limpeza e purificação de ambientes e locais com pessoas enfermas e debilitadas, através da evaporação do óleo ou uso tópico.

PSICOLOGICAMENTE: Refrescante e Revitalizante, dissolve a apatia, desânimo , eficaz contra a depressão, devolve o pensamento positivo.

CUIDADOS: Pode ser usado puro na pele em casos necessários.
Evitar em peles sensíveis ou em gravidez.


COMBINAÇÕES: Lavanda, Gerânio, Cedro, Bergamota, Eucalipto, Sândalo, Pinho, Palmarosa, Limão , Laranja, Patchouli, Hortelã, Sálvia, Manjerona, Gengibre, Cipreste.
No nordeste é o segundo óleo mais conhecido(perdendo somente para a lavanda).
Suas propriedades são diversas como foi citado acima, sendo um poderoso antisséptico e balsamo da pele.
É um bom óleo para as vias respiratórias.
Recomendado para uso em clinicas e hospitais.

É um excelente aliado para reflexologia e tratamentos dos pés.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Benefícios da Massagem Terapêutica


A Massagem Terapêutica é sem dúvida uma forma de alcançar uma grande gama de benefícios para o nosso corpo.
Não há dúvida de que a maioria das pessoas gostariam de receber uma massagem.
...
O que as pessoas não percebem sobre a massagem é que ela não só se sente bem e relaxa o corpo, mente e espírito, mas na verdade é a cura para o corpo, músculos e tecidos moles.
Desfrute de uma Massagem Terapêutica e veja o quanto ela contribui para o seu Bem Estar.

Informações e Agendamento : 11-991442153 ou 11-994830196


OE DE SÂNDALO


    Nome botânico : Santalum Album
    Tipo de planta ; Arvore de médio porte com madeira aromática
    ...
    Óleo extraído de : Madeira
    Fragrância : Média, amadeirada e levemente adocicada.
    Origem : Índia, onde é utilizado na medicina Ayurveda há milhares de anos, considerado um tônico medicinal e sagrado. Um dos óleos mais utilizados em massage indianas e yoga. Muito usado também na China.
    Propriedades : Expectorantes, Anti-Sépticos, Anti-Depressivos, diurético, tônico, emoliente, calmante, antiinfeccioso, descongestionante, fungicida, adstringente, carminativo, emoliente, fixativo, imuno estimulante, anti-inflamatório.
    Principal Utilização : via respiratória ( tosse, bronquite , asma, sinusite, resfriado, congestão peitoral e nasal, garganta inflamada, infecções pulmonares).
    Outras utilizações : Tratamento de pele (hidratação, fissuras, escaras, eczemas, ressecamento, tonicidade, furúnculos, infecções, coceiras)
    Geniturinário (cistite, candidíase, infecção urinária, problema de próstata e órgãos sexuais)

    Psicologicamente: relaxante, calmante, Anti depressivo, afrodisíaco (trata a frigidez e a impotência diminuindo a ansiedade), proporciona bem estar e induz ao sono tranquilo . Alivia as tensões e o stress. Um óleo com aroma muito suave e altamente benéfico para o sistema nervoso.
    Combinações : cedro, limão, patchouli, rosa, laranja, Petigrain, Eucalipto, Tea Tree, Ylang Ylang, Pinho, Manjerona, Lemongrass, Lavanda, Jasmim, Salvia, Gerânio, Palmarosa, Erva doce, Benjoin,
    Cuidados : Usar diluído e evitar o uso em gravidez.
O gengibre é uma planta que foi originalmente encontrada na China. Mas agora se espalhou pelo mundo. Sua raiz é comumente utilizado como um tempero.
Em muitos países, é igualmente utilizado para fins medicinais. As pessoas têm desfrutado de benefícios para a saúde, por um longo tempo. Aqui estão alguns dos efeitos que tem sobre o corpo humano:
– Luta contra as células cancerosas
De acordo com os médicos do UMCCC (Universidade de Michigan Comprehensive Cancer Center) o gengibre é capaz de acabar com as células de câncer de ovário.
A sua velocidade na destruição de células do câncer é mais elevada e mais seguro em contraste com a quimioterapia indicada a pacientes com câncer do ovário.
Relatórios também sugerem que as pessoas que ingerem  gengibre têm níveis mais baixos de inflamação do intestino, reduzindo assim o risco de contrair câncer de cólon.
– Reduz a inflamação
O gengibre consiste em gingerols um composto benéfico na luta contra problemas de saúde relacionados a inflamação celular.
Uma pesquisa realizada em pacientes que sofrem de artrite e dores musculares demonstraram resultados significativos no alívio da dor e inchaço muscular.
O gengibre pode ser igualmente benéfico para os pacientes com doenças causadas por inflamação de células, por exemplo, obesidade, diabetes e Alzheimer.
– Pára o refluxo ácido
A revista, Molecular Research and Food Nutrition, apresentou  um estudo de caso. O estudo demonstrou, que pesquisadores contrastaram certos compostos de gengibre aos dos medicamentos bloqueadores de ácido e chegaram a um fim que os compostos de gengibre trabalharam seis vezes melhor do que a droga.
A droga bloqueadora do ácido iria destruir a barreira de ácido do estômago, aumentando o perigo de contrair úlceras ou até mesmo câncer de estômago.
– Impede náuseas e vômitos
Recomenda-se que as mulheres grávidas n]ao utilizem qualquer erva ou medicação. Algumas mulheres relataram que o gengibre ajudou a reduzir as náuseas e vômitos. A sua dose é normalmente prescrita na forma de comprimidos de 200 mg cada quatro horas.
– Alivia a tosse ou dor de garganta
Durante muito tempo, esta tem sido a cura caseira mais popular para a tosse e dores de garganta. Ferver a água com fatias de gengibre e adicione limão e mel tem sido utilizado para acalmar dores de garganta e também limpar a congestão nasal.
ginger-body-FI-759x420
– Melhora a digestão e também pára flatulência
Uma das ervas que são utilizadas para acalmar o estômago roncando é gengibre. Se você quer lidar com uma dor de estômago, você deve ferver fatias de gengibre por alguns minutos e adoça-lo apenas com mel cru. Para flatulência, os médicos geralmente prescrevem doses de 250 a 500 mg até três vezes por dia.
– Alivia a dor de cabeça
Combinando gengibre com pimenta caiena e hortelã-pimenta dá-lhe a bebida perfeita para aliviar uma enxaqueca.
Coloque a água para ferver, e adicione uma pitada de pimenta caiena e uma colher de chá cheia de hortelã-pimenta seca, em seguida, adicione as fatias de gengibre e deixe ferver para fazer a bebida mais potente.
– Alivia uma dor de dente
Devido às suas propriedades para aliviar a dor, o gengibre tem sido utilizado para dor de dente. Esfregando gengibre cru sobre as gengivas muitos pacientes sentem alívio imediato da dor. Além disso, você pode ferver a água, deixar esfriar e usá-lo como um anti-séptico bucal.
Outros benefícios associados com gengibre são:
– Depois de uma operação, os médicos aconselham os pacientes a mastigar um pedaço de gengibre, a fim de ajudar a prevenir náuseas e vômitos.
– Mastigando um pedaço de gengibre antes de uma refeição normalmente inspira o apetite e ativa os sucos digestivos.
– Os doentes que apresentem tensões musculares, especialmente os atletas são aconselhados a combinar a pasta de gengibre com açafrão e esfregar sobre a área afetada pelo menos duas vezes por dia.
– A maioria dos médicos aconselham seus pacientes diabéticos a beber um copo de água de gengibre na parte da manhã antes de qualquer refeição, pois ajuda na estabilização dos níveis de glicose no sangue.


O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.